08/08/2018
Perseverança
Em meio às tribulações e a agitação desta vida, ficamos ansiosos, queremos resolver as coisas por nós mesmos...
Marcia Amaral

Certo homem tinha dois filhos. O mais moço diz a seu pai: Pai, me dê a minha parte da herança. Ele então reparte a herança com eles. Pouco depois, este filho ajunta todos os seus pertences e vai para uma terra distante gastando tudo descontroladamente, até não sobrar nada. De repente, ele se vê totalmente só, sem amigos, sem dinheiro nem mesmo para comer, chegando a desejar a comida dos porcos. Certo dia ele se lembra de como a casa de seu pai era um lugar feliz, lá até os empregados eram tratados com respeito e nada lhes faltava. Ele não precisava estar ali, ele podia voltar para casa, pois conhecia o seu pai e como ele o amava. Ele então, arrependido se levantou e seguiu o caminho de volta. Ainda estava longe quando seu pai o avistou e correu ao seu encontro, chorando, o abraçou, o beijou e deu ordens aos empregados que cuidassem dele e lhe preparassem uma festa pois o seu filho retornara para o lar. (Leia Lc.15). 

Talvez você esteja na mesma condição daquele pai: esperando! O dicionário diz que esperar é ficar em algum lugar até que chegue alguém ou alguma coisa que se tem como certa ou provável, aguardar. Como é difícil permanecer quieto, aguardando, não é mesmo? Em meio às tribulações e a agitação desta vida, ficamos ansiosos, queremos resolver as coisas por nós mesmos, não queremos esperar, temos medo de fracassar, medo de que as coisas não aconteçam, que a morte chegue ou que o pródigo não volte. Aquele pai esperava seu filho na certeza de que ele voltaria. O salmista diz no Sl 40.1: esperei confiantemente no Senhor e Ele se inclinou para mim e ouviu o meu clamor. Querido, aquiete-se! Espere, só mais um pouquinho, renove sua esperança no Senhor, persevere na oração e súplicas e “a vitória sorrindo virá”.

Marcia Amaral é colunista do caderno Voz de Mulher

MAIS LIDAS

Mesa, lugar de comunhão
É tempo de restaurar os elos da comunhão


A Verdadeira Adoração
Vamos começar com uma pergunta: o que você sabe sobre adoração?


Deserto
O deserto tem um conteúdo simbólico muito grande na Bíblia


Mensagem na olaria
Deus nos molda como o vaso na mão do oleiro


Aflição
Por que Jesus nos permite passar pela tempestade?



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016