02/10/2018
Exercendo o sacerdócio
O que temos feito por nossa família? Será que nossas ocupações têm tomado o lugar principal na nossa vida?
Solimar Coelho

Quando Deus criou o homem e a mulher, designou para cada um papéis específicos dentro da família. A mulher coube ser a auxiliadora idônea (Gn 2.18). O homem deveria amar a sua esposa como Cristo amou a igreja (Ef 5.21-33),  ser o sacerdote do seu lar.

Ao pensar nisso, me reporto ao livro de Jó, capítulo 1.1-5. O capítulo começa falando de Jó  como um homem íntegro e temente a Deus. Mas o que me chama atenção era o cuidado de Jó com sua família. “Jó tinha sete filhos e três filhas, e era dono de sete mil ovelhas, três mil carneiros, mil bois, e quinhentas jumentas. Tinha também um grande número de escravos... Os filhos de Jó iam às casas uns dos outros e davam banquetes, cada um por sua vez. E as três irmãs eram sempre convidadas. Quando terminava o dia desses banquetes, Jó os chamava e santificava. Levantando-se de madrugada, oferecia sacrifícios em favor de cada um de seus filhos, pensando: talvez meus filhos tenham pecado contra Deus no seu coração. Assim Jó fazia continuamente”.  Vejam que por tudo que Jó possuía, era um homem bem ocupado. Precisava coordenar todo o trabalho de seus servos. Porém, Jó não se descuidava de exercer o sacerdócio que Deus havia colocado em suas mãos. 

Exercer quer dizer desempenhar, cumprir, treinar. Não adiantava a Jó desempenhar bem sua função com empresário, treinar bem seus funcionários, ser reconhecido com um homem próspero, e perder sua família. Ele priorizava seus filhos, gastava tempo com eles, os chamava, santificava, levantava de madrugada, oferecia sacrifícios por cada um deles. E o texto diz que Jó assim fazia continuamente.

O que temos feito por nossa família? Será que nossas ocupações têm tomado o lugar principal na nossa vida? Conseguimos tempo para tudo, mas para aqueles que Deus nos deu, estamos ocupados demais. Famílias estão sendo destruídas porque não estamos exercendo o nosso papel. Você precisa assim como Jó apresentar ao Senhor aqueles que ele lhe deu para cuidar. Se você amar e orar por sua esposa, encontrará nela a ajudadora que precisa. Se você orar por seus filhos e apresentá-los ao Senhor nas madrugadas, Deus cuidará deles. Não abra mão dessa dádiva. Ser o sacerdote do seu lar é um privilégio. Cabe a você como sacerdote cuidar da vida espiritual de sua família, pedir de Deus a sabedoria necessária para conduzir sua casa. “Bem aventurado o homem que teme ao Senhor. A sua descendência será abençoada. Prosperidade e riqueza há na sua casa." (Sl 112.1-3)

 

MAIS LIDAS

Minha família e o tempo de Deus
O nosso maior inimigo somos nós mesmos e nossa ansiedade


Cuidando de quem amo
Cuidar não é apenas suprir necessidades básicas


Voz de Autoridade
Como desenvolvê-la com os filhos


Amar é uma escolha
Amar não é fácil, mas é totalmente possível


Transformando minha família
Como nos lembramos de nossa casa?



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016