06/11/2018
Conflitos
Nossos relacionamentos são mais importantes que a defesa de nossas ideias
Redação CPIMW

Leitura bíblica: 2 Timóteo 2.22-26

Façam todo o possível para viver em paz com todos (Rm 12.18). 

Nos dias atuais, em meio á violência, descrença, perda de valores e de costumes que regem uma boa convivência em sociedade, nos deparamos com conflitos constantes em nossas vidas, sejam eles internos ou externos. O homem está apegado aos seus próprios interesses que luta para que suas ideias e vontades sejam feitas, esquecendo-se de ouvir o outro e então surgem divergências. 

Faz-se necessário compreender que cada pessoa é única, com suas características próprias de temperamento, personalidade e caráter. Assim, cada um pode agir de forma diferente numa mesma situação. Se não admitimos isso, os relacionamentos ficam cada vez mais difíceis e são constantemente abalados. 

A Bíblia nos traz inúmeros e ricos ensinamentos acerca das origens, das causas e também dos efeitos dos conflitos nos relacionamentos, além de soluções para estes problemas. O texto que lemos hoje é um deles. Deus valoriza os nossos relacionamentos. Ele nos orienta a esforçarmo-nos para mantê-los em paz (como afirma o versículo em destaque) e a não descarta-los no primeiro desentendimento. O Senhor coloca pessoas em nossa vida tanto para benefício delas quanto nosso: elas são uma oportunidade para crescer e um teste para o convívio cristão. 

Um relacionamento saudável – seja na família, na escola, na igreja, no trabalho – depende, entre outras coisas, da franqueza. Quando um desentendimento é tratado com justiça e honestidade, crescemos em intimidade uns com os outros ao enfrentar e compreender nossas diferenças. 

Assim, em diversas situações, sejam tranquilas ou de desentendimentos, podemos tornar-nos seres humanos melhores e ter um bom relacionamento interpessoal. Para isso é preciso praticar princípios bíblicos como a temperança, o domínio próprio e a boa conduta. Deus transforma a vida de seus filhos e os ensina a lidar com os conflitos. 

- Luciana Gallinari, extraído do livro Devocional Wesleyano. 

MAIS LIDAS

Mesa, lugar de comunhão
É tempo de restaurar os elos da comunhão


A Verdadeira Adoração
Vamos começar com uma pergunta: o que você sabe sobre adoração?


Deserto
O deserto tem um conteúdo simbólico muito grande na Bíblia


Mensagem na olaria
Deus nos molda como o vaso na mão do oleiro


Aflição
Por que Jesus nos permite passar pela tempestade?



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016