21/10/2016
Amar é uma escolha
Amar é se dar, e jamais conseguiremos nos dar se não confiarmos
Marleide Rodrigues

https://pbs.twimg.com/media/Cpk7SSRXYAA_JNp.jpg

1 Coríntios 13 nos fala o que é o amor, e podemos observar que cada uma daquelas ordenanças são verbos que nos impulsionam a uma ação. Podemos então pensar que amar necessita de escolher amar.

Amar não é fácil, mas é totalmente possível. Basta escolhermos a cada dia o amor ao outro. Quando falamos de amor conjugal é preciso pensar que é amor, não é paixão, muito pelo contrário. O amor é coerente, a paixão é desequilibrada.


Alguns verbos necessários à construção deste amor:

CONFIAR – significado: entregar com segurança, ter fé, acreditar, ter confiança, segurança baseada em esperança.

A confiança é um pilar indispensável ao amor. Amar é se dar, e jamais conseguiremos nos dar se não confiarmos. Uma relação sem confiança está fadada à ruina, só conseguimos amar se confiarmos. Quando confio me entrego. É como um pai que, brincando com seu filho, coloca-o em um lugar alto e o manda pular, e então o filho pula sem medo porque sabe, confia que o pai o amparará. ESCOLHA CONFIAR.

COMPARTILHAR – significado: tomar parte, compartir da dor alheia, dividir em partes.

Quando não somos capazes de compartilhar com nosso cônjuge, é necessário investigar os porquês. A falta de liberdade em compartir sinaliza uma dificuldade no relacionamento, e isto é extremamente sério porque o amor é dividir não só as alegrias, como também as tristezas, os problemas, as aspirações, as angústias, as mágoas. ESCOLHA COMPARTILHAR.

SUPORTAR – significado: sustentar, aguentar, resistir a, sofrer, aguentar com compreensão.

Diante destas palavras, penso que fica mais fácil imaginar o quanto somos falhos com nossos cônjuges, pois na maioria das vezes que temos qualquer divergência de pensamento ou atitude não usamos estes princípios. Se formos realistas admitiremos que estamos longe desta realidade em nosso cotidiano. Apesar de sabermos que esta é a vontade de Deus para nosso matrimônio. Quando não suportamos o outro temos atitudes egoístas em que o outro não entra, sem nos preocuparmos com o que ele gostaria que acontecesse. O amor entende e aceita o outro como ele é, ou seja, aguentar com compreensão, sem a intenção de mudá-lo. Aceitá-lo quando ele(a) está uma uva doce é bênção, mas e no dia em que ele(a) torna-se limão? O que fazer? A resposta é ESCOLHER SUPORTAR.

RESPEITAR – significado: mostrar respeito com cortesia, acatar, reconhecer, relacionar-se.

Bem, normalmente fazemos isto com autoridade, sem muita dificuldade, mas quando o ambiente é família a coisa torna-se diferente. A liberdade nos traz dificuldade para respeitar se não soubermos os limites. Há um ditado que diz: Meu direito termina onde começa o do outro. Quem respeita acata os desejos, sonhos, preferências ao escolher um cardápio, por exemplo, não impõe sua vontade. O outro é sempre considerado em honra e superior a mim mesmo. ENTÃO, ESCOLHA RESPEITAR.

ESPERAR – significado: ter esperança em, aguardar seguro da chegada de, estar reservado, destinado ou prometido, contar com, estar confiante, querer, desejar e pretender.

A espera está intimamente ligada ao respeito, à confiança, o suportar, o compartilhar, aliás, elas se entrelaçam. Pois quem espera confia. Aguarda seguro o que DEUS vai fazer, respeita o tempo do outro, compartilha as angústias pela espera e suporta com compreensão as mudanças muitas vezes tão ansiadas e tão demoradas. Mas espero que saibamos sempre esperar, pois o tempo é um ótimo remédio. Deus poderia ter feito tudo com uma só palavra, no entanto, gastou sete dias para criar o mundo que poderia ter feito em segundos. Isto é uma demonstração da importância do tempo em nossa vida. ESCOLHA ESPERAR a mudança do outro, a conversão do outro, a crise passar. Deus trabalha com o tempo.

AMAR É: difícil, caro e pesado; envolve: renúncia, compromisso e tempo, mas é gratificante. ESCOLHA AMAR.

(Este texto faz parte da série "Estudos para Família", publicados pelo caderno Voz de Mulher entre 2013 e 2014)

 

MAIS LIDAS

Minha família e o tempo de Deus
O nosso maior inimigo somos nós mesmos e nossa ansiedade


Cuidando de quem amo
Cuidar não é apenas suprir necessidades básicas


Transformando minha família
Como nos lembramos de nossa casa?


Voz de Autoridade
Como desenvolvê-la com os filhos


Milagre pela atitude
Algumas atitudes são desastrosas para os relacionamentos



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016