11/01/2017
Diabetes: saiba mais
Existem vários tipos de diabetes. Entenda a diferença entre eles
Kesia Vasti

Diabetes Mellitus é uma doença metabólica causada pela má ou nenhuma produção de insulina, hormônio responsável por transformar a glicose (“açúcar”) em energia. Desta forma, interfere na produção de energia necessária para o nosso corpo assim como, na formação de músculos fazendo com que a taxa de “açúcar” no sangue fique aumentada.  Existem vários tipos de diabetes, entenda a diferença entre eles:

Tipo I: Auto imune, ou seja, a pessoa já nasce com a doença. O pâncreas não produz insulina suficiente, por isso a pessoa precisa tomar injeções de insulina diariamente, por toda a vida.

Tipo II: Geralmente aliado ao excesso de peso, hereditariedade e alimentação incorreta. Não depende da aplicação de insulina, pode ser controlada através de medicamentos e alimentação adequada.

Gestacional: Relacionada à idade avançada e obesidade, o organismo fica resistente  à insulina elevando a taxa de glicose no sangue.

SINTOMAS

- Urina e sede aumentada;
- Aumento de apetite;
- Alterações visuais;
- Feridas que demoram para cicatrizar;
- Distúrbios cardíacos e renais.

DIAGNÓSTICO

- Exame de sangue. Fique ligada, a taxa normal de glicose é de 70 à 100mg (em jejum).

CONSEQUÊNCIAS

- Doenças cardiovasculares;
- Alteração da pressão arterial;
- Perda de visão;
- Mal funcionamento dos rins;
- Amputação de membros inferiores.

TRATAMENTO

- Aplicação de insulina diariamente (tipo I);
- Uso de medicamentos específicos, indicados pelo médico;
- Controle da glicemia, através de aparelhos indicados pelo médico;
- Alimentação adequada: É essencial fracionar as refeições com intervalo de 3 horas, para que não haja quedas na taxa de glicose;
- Inicie a refeição pela salada;
- Não misture carboidratos (arroz, massas, batata, mandioca, inhame, milho, farofa);
- Consuma carboidratos integrais (macarrão, arroz, pães) em quantidades pequenas;
- Coma frutas com casca;
- Corte o açúcar, doces em geral, refrigerantes e sucos industrializados;
- Cuidado com produtos Diet, pois às vezes o teor de gordura é muito alto;
- Evite alimentos gordurosos, frituras, lanches e pizzas;
- Pratique alguma atividade física no mínimo cinco dias da semana.

Kesia Vasti é nutricionista e personal diet

MAIS LIDAS

Sua vida mais doce
Doces em excesso podem causar prejuízos à saúde


Dieta x Reeducação Alimentar
Você sabe a diferença entre dieta e reeducação alimentar?


Lancheira saudável
Capriche no lanche do seu filho


Suco ou fruta?
Nada é melhor que consumir a fruta in natura


Detox, a dieta da faxina
Dica de ouro após os exageros do fim de ano



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016