11/01/2017
Diabetes: saiba mais
Existem vários tipos de diabetes. Entenda a diferença entre eles
Kesia Vasti

Diabetes Mellitus é uma doença metabólica causada pela má ou nenhuma produção de insulina, hormônio responsável por transformar a glicose (“açúcar”) em energia. Desta forma, interfere na produção de energia necessária para o nosso corpo assim como, na formação de músculos fazendo com que a taxa de “açúcar” no sangue fique aumentada.  Existem vários tipos de diabetes, entenda a diferença entre eles:

Tipo I: Auto imune, ou seja, a pessoa já nasce com a doença. O pâncreas não produz insulina suficiente, por isso a pessoa precisa tomar injeções de insulina diariamente, por toda a vida.

Tipo II: Geralmente aliado ao excesso de peso, hereditariedade e alimentação incorreta. Não depende da aplicação de insulina, pode ser controlada através de medicamentos e alimentação adequada.

Gestacional: Relacionada à idade avançada e obesidade, o organismo fica resistente  à insulina elevando a taxa de glicose no sangue.

SINTOMAS

- Urina e sede aumentada;
- Aumento de apetite;
- Alterações visuais;
- Feridas que demoram para cicatrizar;
- Distúrbios cardíacos e renais.

DIAGNÓSTICO

- Exame de sangue. Fique ligada, a taxa normal de glicose é de 70 à 100mg (em jejum).

CONSEQUÊNCIAS

- Doenças cardiovasculares;
- Alteração da pressão arterial;
- Perda de visão;
- Mal funcionamento dos rins;
- Amputação de membros inferiores.

TRATAMENTO

- Aplicação de insulina diariamente (tipo I);
- Uso de medicamentos específicos, indicados pelo médico;
- Controle da glicemia, através de aparelhos indicados pelo médico;
- Alimentação adequada: É essencial fracionar as refeições com intervalo de 3 horas, para que não haja quedas na taxa de glicose;
- Inicie a refeição pela salada;
- Não misture carboidratos (arroz, massas, batata, mandioca, inhame, milho, farofa);
- Consuma carboidratos integrais (macarrão, arroz, pães) em quantidades pequenas;
- Coma frutas com casca;
- Corte o açúcar, doces em geral, refrigerantes e sucos industrializados;
- Cuidado com produtos Diet, pois às vezes o teor de gordura é muito alto;
- Evite alimentos gordurosos, frituras, lanches e pizzas;
- Pratique alguma atividade física no mínimo cinco dias da semana.

Kesia Vasti é nutricionista e personal diet

MAIS LIDAS

Sua vida mais doce
Doces em excesso podem causar prejuízos à saúde


Dieta x Reeducação Alimentar
Você sabe a diferença entre dieta e reeducação alimentar?


Detox, a dieta da faxina
Dica de ouro após os exageros do fim de ano


Lancheira saudável
Capriche no lanche do seu filho


Suco ou fruta?
Nada é melhor que consumir a fruta in natura



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016