09/02/2017
Sarcopenia, você sabe o que é?
Musculação e reeducação alimentar são indispensáveis em qualquer idade, e este hábito precisa permanecer por toda a vida
Kesia Vasti

Com o envelhecimento diminuímos naturalmente o volume e a formação de músculos, e a sarcopenia nada mais é do que a perda progressiva de massa muscular. Geralmente afeta pessoas a partir dos sessenta anos e pode ocorrer por desnutrição, ingestão inadequada de proteínas, sedentarismo, déficits hormonais, entre outros.

Com a perda de massa muscular o indivíduo perde a força para executar tarefas simples do dia a dia, diminui a capacidade de equilíbrio, alteração no sistema nervoso, redução de secreções hormonais podendo levar a diabetes, osteoporose e obesidade.

Para identificar a doença é importante ficar atento aos sintomas, são eles:

- Dificuldade de levantar sem o apoio das mãos;
- Dificuldade para caminhar;
- Perda de peso (massa magra);
- Dificuldade para ficar em pé sem apoio de outra pessoa ou de muletas;


A doença pode ser diagnosticada através de exames de ressonância magnética, tomografia e radiografia.

Para tratar a sarcopenia é necessário praticar atividade física diariamente e modificar a alimentação tornando-a mais saudável e ingerindo a quantidade de proteínas necessária ao seu peso com auxílio de uma nutricionista.


Previna agora!

Sempre ouço as pessoas dizerem que não querem ser dependentes quando idosas, mas para isso é preciso mudar os hábitos desde já. Musculação e reeducação alimentar são indispensáveis em qualquer idade, e este hábito precisa permanecer por toda a vida.

O que você come antes e depois da atividade física, seja ela qual for, tem total relação com o crescimento e fortalecimento muscular. Veja a seguir algumas dicas do que comer antes e após o exercício:

- Trinta minutos antes do exercício: é necessária a ingestão de um carboidrato de absorção lenta para ter energia até o final do treino, são boas opções: aveia, batata doce e alimentos integrais. Nesta mesma refeição é preciso incluir também uma boa fonte de proteínas como: frango grelhado, atum ao natural, ovo cozido ou um suplemento alimentar hiperproteico (whey protein hidrolisado ou Fort Fit).

- Logo após o exercício: nesse momento nossas fibras musculares precisam ser nutridas, portanto é importante ingerir uma proteína que seja absorvida rapidamente. No caso, as melhores fontes são clara de ovo cozida ou whey protein hidrolisado; com acompanhamento de um carboidrato de rápida absorção (banana, suco natural, batata inglesa cozida), assim os músculos não sofrerão com o catabolismo.

Kesia Vasti é nutricionista e personal diet

 

MAIS LIDAS

Sua vida mais doce
Doces em excesso podem causar prejuízos à saúde


Dieta x Reeducação Alimentar
Você sabe a diferença entre dieta e reeducação alimentar?


Lancheira saudável
Capriche no lanche do seu filho


Detox, a dieta da faxina
Dica de ouro após os exageros do fim de ano


Suco ou fruta?
Nada é melhor que consumir a fruta in natura



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016