09/02/2017
Sarcopenia, você sabe o que é?
Musculação e reeducação alimentar são indispensáveis em qualquer idade, e este hábito precisa permanecer por toda a vida
Kesia Vasti

Com o envelhecimento diminuímos naturalmente o volume e a formação de músculos, e a sarcopenia nada mais é do que a perda progressiva de massa muscular. Geralmente afeta pessoas a partir dos sessenta anos e pode ocorrer por desnutrição, ingestão inadequada de proteínas, sedentarismo, déficits hormonais, entre outros.

Com a perda de massa muscular o indivíduo perde a força para executar tarefas simples do dia a dia, diminui a capacidade de equilíbrio, alteração no sistema nervoso, redução de secreções hormonais podendo levar a diabetes, osteoporose e obesidade.

Para identificar a doença é importante ficar atento aos sintomas, são eles:

- Dificuldade de levantar sem o apoio das mãos;
- Dificuldade para caminhar;
- Perda de peso (massa magra);
- Dificuldade para ficar em pé sem apoio de outra pessoa ou de muletas;


A doença pode ser diagnosticada através de exames de ressonância magnética, tomografia e radiografia.

Para tratar a sarcopenia é necessário praticar atividade física diariamente e modificar a alimentação tornando-a mais saudável e ingerindo a quantidade de proteínas necessária ao seu peso com auxílio de uma nutricionista.


Previna agora!

Sempre ouço as pessoas dizerem que não querem ser dependentes quando idosas, mas para isso é preciso mudar os hábitos desde já. Musculação e reeducação alimentar são indispensáveis em qualquer idade, e este hábito precisa permanecer por toda a vida.

O que você come antes e depois da atividade física, seja ela qual for, tem total relação com o crescimento e fortalecimento muscular. Veja a seguir algumas dicas do que comer antes e após o exercício:

- Trinta minutos antes do exercício: é necessária a ingestão de um carboidrato de absorção lenta para ter energia até o final do treino, são boas opções: aveia, batata doce e alimentos integrais. Nesta mesma refeição é preciso incluir também uma boa fonte de proteínas como: frango grelhado, atum ao natural, ovo cozido ou um suplemento alimentar hiperproteico (whey protein hidrolisado ou Fort Fit).

- Logo após o exercício: nesse momento nossas fibras musculares precisam ser nutridas, portanto é importante ingerir uma proteína que seja absorvida rapidamente. No caso, as melhores fontes são clara de ovo cozida ou whey protein hidrolisado; com acompanhamento de um carboidrato de rápida absorção (banana, suco natural, batata inglesa cozida), assim os músculos não sofrerão com o catabolismo.

Kesia Vasti é nutricionista e personal diet

 

MAIS LIDAS

Sua vida mais doce
Doces em excesso podem causar prejuízos à saúde


Dieta x Reeducação Alimentar
Você sabe a diferença entre dieta e reeducação alimentar?


Lancheira saudável
Capriche no lanche do seu filho


Suco ou fruta?
Nada é melhor que consumir a fruta in natura


Detox, a dieta da faxina
Dica de ouro após os exageros do fim de ano



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016