12/07/2017
Sono e emagrecimento
A recomendação diária de horas necessárias de sono depende da faixa etária.
Kesia Vasti

A carga intensa de trabalho, o stress e a ansiedade têm atrapalhado o sono de muitas pessoas atualmente. Diversos estudos indicam que os indivíduos que dormem menos têm uma maior possibilidade de se tornarem obesos, e que o encurtamento do sono aumenta os hormônios grelina e leptina, gerando o aumento do apetite e da fome (Crispim at al., 2007).

Durante o sono, há uma liberação de vários hormônios que regulam o crescimento, aumentam a massa muscular, melhoram o desempenho físico e cognitivo, diminuem o stress, controlam a sensação da saciedade e aumentam a autoestima.

A recomendação diária de horas necessárias de sono depende da faixa etária. Confira:

Recém-nascidos: de 14h a 17h por dia; de 4 a 11 meses: de 12h a 15h por dia; de 1 a 5 anos: de 10h a 14h por dia; de 6 a 13 anos: de 9h a 11h por dia; de 14 a 17 anos: de 8h a 9h por dia; de 18 a 64 anos: de 7h a 9h por dia; acima de 64 anos: de 7h a 8h por dia. (Dados: Sleep Health- Journal of the National Sleep Foundation)

O ideal é que este período de sono seja contínuo e sem interrupções, porém se você está acostumado a tirar um cochilo após o almoço ou no meio da tarde, não se preocupe! Isso certamente não irá influenciar no ganho de peso.

Os alimentos que você ingere também podem influenciar na sua noite de sono, por isso fique atento aos alimentos que auxiliam e aos alimentos que interferem em uma boa noite de sono.


Alimentos relaxantes: chás (camomila, erva cidreira, passiflora, melissa); Pratos de fácil digestão (saladas, frutas, peixe);

Alimentos que atrapalham o sono: café, chá verde, chá mate, diuréticos, termogênicos, refrigerantes; Pratos de difícil digestão (churrasco, dobradinha, feijoada, frituras). 

Além disso, siga algumas dicas para melhorar seus hábitos e dormir bem:

- Mantenha um horário regular para deitar e acordar;
- Não leve problemas para a cama;
- Só vá para o quarto na hora de dormir;
- Apague a luz;
- Durma em um ambiente saudável;
- Não use medicamentos para dormir sem orientação médica;
- Não abuse de café, chá e refrigerante;
- Jante moderadamente, em horário regular e adequado;
- Faça atividades relaxantes e repousantes após o jantar.

Kesia Vasti é nutricionista e personal diet

MAIS LIDAS

Sua vida mais doce
Doces em excesso podem causar prejuízos à saúde


Dieta x Reeducação Alimentar
Você sabe a diferença entre dieta e reeducação alimentar?


Detox, a dieta da faxina
Dica de ouro após os exageros do fim de ano


Lancheira saudável
Capriche no lanche do seu filho


Diabetes: saiba mais
Causas, sintomas, consequências e tratamento



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016