07/08/2018
Gordura: vilã ou não?
Gordura é importante para nossa alimentação e não deve ser eliminada da dieta
Redação CPIMW

A maioria das pessoas passa a vida inteira controlando o consumo de gordura e comprando alimentos rotulados light, fit e desnatados com medo de desenvolver doença coronariana e morrer mais cedo. E se eu te contar que você pode enfartar mesmo evitando gorduras?

Sim, porque você corre um risco muito maior substituindo toda a gordura por carboidratos.

A teoria de que o consumo de alimentos gordurosos seria ruim para a saúde começou no século XX com base em uma pesquisa científica realizada em COELHOS, que mostrou que os alimentados exclusivamente com gorduras tiveram alteração no colesterol. E a partir daí as pessoas passaram a ter medo de gordura e colesterol alterado! Porém, podemos observar que este estudo é um pouco duvidoso, já que o teste foi feito em coelhos — que são animais que se alimentam exclusivamente de plantas, obviamente não digerem gorduras — e não em humanos.

O que quero dizer é que a gordura é importante para nossa alimentação e não deve ser eliminada da dieta. O colesterol é tão importante que o corpo mesmo produz a maior parte. O colesterol está presente em todas as células do corpo humano. 

Então, como saber se as taxas de colesterol estão boas e se há risco de desenvolver doença cardiovascular? Você precisa avaliar também:


1- Idade: não tem jeito, quanto mais velho, maior a chance de desenvolver não só doença cardiovascular, como qualquer outro tipo de doença;
2- Genética: se seus pais desenvolveram doenças cardiovasculares ou tinham taxas de colesterol descompensadas, suas chances aumentam;
3- Circunferência abdominal: risco aumentado para homens com circunferência > 94 cm e para mulheres com circunferência > 80 cm.
4- Doenças associadas: se você apresenta diabetes, resistência à insulina, esteatose hepática, hipertensão arterial, obesidade, suas chances aumentam;
5- Níveis de triglicerídeos: níveis de triglicerídeos aumentados sinalizam esteatose hepática (gordura no fígado) e aumentam o risco para enfarto e demais doenças coronarianas;
6- Níveis de HDL: quanto maior melhor, essa lipoproteína de alta intensidade “recolhe” da corrente sanguínea o excesso de colesterol fazendo com que não se acumule.

É importante lembrar que existem alguns tipos de gordura que devem sim ser eliminadas da dieta, e que essas sim contribuem para a formação de placas de gordura no sangue devido ao seu alto potencial inflamatório. São elas:


- Óleos vegetais (margarina, óleo de soja, canola, milho, girassol etc);
- Gordura trans (presente em produtos industrializados e biscoitos recheados);
- Frituras.

As gorduras consideradas saudáveis e que contribuem para o aumento do colesterol HDL, são:

- Azeite de oliva extra virgem;
- Óleo de coco;
- Castanhas e nozes;
- Peixes gordurosos (sardinha, atum, salmão);
- E todas aquelas que estão presentes naturalmente nos alimentos: abacate, coco, gordura do leite e seus derivados, ovos com gema e carnes com sua gordura natural.

Para finalizar, você deve ter medo de açúcar e produtos industrializados, estes sim oferecem grande risco para a sua saúde! Já os alimentos naturalmente gordurosos podem ser grandes aliados na sua alimentação trazendo muito sabor e saciedade, porém devem ser consumidos com cautela já que são calóricos. Desta forma, você deve aprender a diminuir o consumo de alimentos ricos em carboidratos e aumentar o consumo de gorduras naturais. Exemplo: comece substituindo o pãozinho do café da manhã por ovos.

Kesia Vasti é nutricionista e personal diet

 

MAIS LIDAS

Sua vida mais doce
Doces em excesso podem causar prejuízos à saúde


Dieta x Reeducação Alimentar
Você sabe a diferença entre dieta e reeducação alimentar?


Lancheira saudável
Capriche no lanche do seu filho


Detox, a dieta da faxina
Dica de ouro após os exageros do fim de ano


Suco ou fruta?
Nada é melhor que consumir a fruta in natura



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016