22/12/2017
CPIMW realiza debate sobre educação cristã
Debatepapo falou sobre desafios de professores e a importância do ensino bíblico para a igreja nos dias de hoje
Luana Marino

O Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana, coordenado por Fernandinho Araújo, realizou em 16 de dezembro a primeira edição do Debate Papo, evento focado em discutir a relevância da educação cristã na igreja. A IMW Central de Mantiquira recebeu os mais de 80 participantes, entre pastores, líderes de ministérios e professores de EBD.

A mesa do debate foi formada pelos pastores Pedrão, presidente da CBRio, Agnaldo Valadares, presidente do CPIMW, Romildo Cordeiro, da Assembleia de Deus em Mantiquira, a pastora Thaiana Assis, da Igreja Metodista, Dra. Suely Barreto, psicóloga, e Sabrina Mello, coordenadora do CEFORTE polo Mantiquira.

Antes do debate, Dra. Suely falou sobre a psicologia na educação cristã, citando principalmente a formação do caráter de Cristo desde a infância e a responsabilidade dos pais. “Diante do seu filho, você tem a responsabilidade de ser a imagem de Deus. Você é um pai amoroso? Ela vai crer num Deus amoroso. Você é um pai justo? Ela vai crer num Deus justo.”

Em seguida, já no Debate Papo, cada um dos convidados explanou sobre questões feitas pelo público acerca dos desafios com a educação cristã dentro dos mais variados contextos: de como envolver o jovem na EBD e na igreja a como fazer o ensino bíblico ser relevante num país onde a educação tem sido cada vez mais negligenciada.

Sobre o envolvimento dos jovens com a EBD e a igreja, pastor Pedrão explicou que jovens “andam em tribo” e pensam diferente dos mais velhos. “Jovens andam em tribo. O professor de EBD e líder precisa entender que não é pai. O problema é que a gente não entende o jovem com a cabeça de jovem. A gente quer que o jovem se adeque à nossa cabeça.”


Pastora Thaiana Assis, da Igreja Metodista, citou que uma educação relevante é uma educação que dialoga, que é afetiva: “se não tiver afeto, não tem educação, é no máximo alguém tentando transmitir conteúdo. Como igreja, precisamos ser relevantes entendendo essas coisas.”

Ela falou ainda sobre a necessidade de a igreja ser relevante dentro do local onde está inserida. “Que tipo de igreja estamos construindo, que tipo de educação nossa igreja está levando para os lugares? Será que nossa presença nas comunidades está fazendo a diferença na vida das pessoas? Precisamos fazer esses questionamentos, e é no relacionamento que vamos construir uma igreja relevante para a comunidade na qual estamos inseridos.”

Sabrina Mello, coordenadora pedagógica do CEFORTE, citou a necessidade de se preparar o corpo docente da EBD com formação, informação e atualização: “Quando trabalhamos em qualquer área de ensino no meio secular, investimos em formação. Mas dentro da igreja ainda temos este conceito de que boa vontade é suficiente, mas isso precisa mudar.”

A opinião foi reiterada pelo pastor Romildo Cordeiro, da Assembleia de Deus, que frisou que o que afasta o aluno da EBD é um professor despreparado: “Se não tem professores preparados, as pessoas vão embora. Elas tentam uma, duas vezes, e depois desistem.”

 

MAIS LIDAS

Jubileu de Ouro: orientações para o evento
Evento acontece em 30 de abril no Rio


Igreja Metodista Wesleyana celebra 50 anos
Igreja foi fundada em 1967 em Nova Friburgo


Filme sobre soldado cristão é ovacionado
Longa foi exibido no Festival de Veneza


Filme "Para Sempre" estreia em dezembro
Longa é aposta após sucesso "O Quarto de Guerra"


Orientações para celebração do Jubileu de Ouro
Faltam 52 dias para a comemoração dos 50 anos



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016