11/06/2019
Indonésia vê aumento do cristianismo
Em meio à turbulência no país, devido às recentes eleições, o povo experimenta um crescimento sem precedentes da igreja
Redação CPIMW

Basuki "Ahok" Tjahaja Purnama, antigo governador da capital Jacarta, preso por blasfêmia (Dita Alangkara/AP Photo)

Um dos maiores desafios para a igreja de Cristo é a evangelização em países onde há maioria muçulmana, já que, geralmente, a perseguição contra cristãos é intensa nesses locais. Contudo, missionários seguem cumprindo o Ide e colhendo frutos do intenso trabalho na obra de Deus, tanto que, na Indonésia, milhões de pessoas estão se convertendo ao cristianismo. A informação é da agência cristã BosNewsLife (BNF).

A Indonésia possui, atualmente, a maior população Islã do mundo — cerca de 87% dos mais de 260 milhões de habitantes são muçulmanos. Em meio à turbulência no país, devido às recentes eleições, o povo experimenta um crescimento sem precedentes da igreja. Pelo menos três a quatro milhões de indonésios “se voltaram para Cristo” no ano passado, segundo autoridades cristãs com conhecimento muito próximo da situação.

Todos falaram sob condição de anonimato, já que a questão da conversão permanece altamente sensível na Indonésia, onde dezenas de pessoas foram presas ou até mesmo mortas sob acusações de “blasfêmia” contra o Islã.

“Mesmo que você veja alguém vestido como muçulmano, ele ou ela pode ter se tornado um cristão”, declarou um evangelista experiente à agência.

Em Jacarta, a capital, pelo menos 40% a 50% dos moradores podem ser “cristãos”, segundo estimativas de grupos da Igreja. Ainda não está claro quantos deles são “nascidos de novo”, um movimento que envolve a aceitação de Jesus Cristo como “Senhor e Salvador pessoal”.

“Ser ‘nascido de novo’ é visto por muitos pastores aqui como a essência do cristianismo”, informa o BNF. A expectativa é que, até 2028, haja cerca de 130 milhões de indonésios se identificando com a fé cristã.

Apesar do cenário de esperança, a situação no país ainda é delicada para quem segue a Cristo. No ano passado, o governador cristão de Jacarta, capital da Indonésia, foi condenado a dois anos de prisão por blasfêmia em um caso que os críticos afirmam ter minado a reputação do país de praticar uma forma moderada de islamismo.

Basuki "Ahok" Tjahaja Purnama recorreu da sentença de culpado, após o painel de cinco juízes dizer que ele foi “convincentemente provado culpado de blasfêmia”. O governador argumentou que as pessoas estavam sendo enganadas se acreditassem que o Alcorão proíbe os muçulmanos de votar em não muçulmanos. Ele também ficou sob o fogo por muitas vezes citando a Bíblia e sua fé cristã em discursos, de acordo com informações da BNF.

“O caso com o governador mostra que ser cristão pode prejudicar sua carreira na Indonésia hoje”, disse uma mulher cristã dedicada e obreira da igreja. “É talvez por isso que muitos cristãos podem até permanecer muçulmanos no papel”, salientou.

A Indonésia ocupa a 30ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2019 da Portas Abertas, com aumento de 6 pontos comparado ao ano anterior. Esse crescimento em pontos é parte de uma tendência dos últimos anos.

 

MAIS LIDAS

Filme cristão conta história real de milagre 
"Superação - O Milagre da Fé" vai estrear em abril de 2019


Jubileu de Ouro: orientações para o evento
Evento acontece em 30 de abril no Rio


Igreja Metodista Wesleyana celebra 50 anos
Igreja foi fundada em 1967 em Nova Friburgo


Filme sobre soldado cristão é ovacionado
Longa foi exibido no Festival de Veneza


Filme "Para Sempre" estreia em dezembro
Longa é aposta após sucesso "O Quarto de Guerra"



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016